sexta-feira, 14 maio 2021.
As mortes no país são culpa dos governadores e prefeitos que, com o apoio de parte da classe médica e cumplicidade da mídia comunista, omitiram o tratamento adequado.
Estudo de 2019 corrobora descobertas de anos anteriores e mostra que uso de paracetamol na gravidez aumenta em 362% o risco de autismo.
Nova tecnologia de conexão móvel pode apresentar graves riscos à saúde, como câncer, danos genéticos, problemas reprodutivos e distúrbios neurológicos, dentre vários outros problemas.
Em um momento tão delicado como o atual, todo destempero precisa ser contido com a virtude da prudência, para discernir diante destas situações e buscar os meios e as soluções para resolvê-las.
Caso o Governo Federal tome as medidas que anunciou, terá feito mais pela saúde pública que aqueles que fecharam 45 mil leitos de atendimento no SUS nos últimos 13 anos.
O Docentes Pela Liberdade divulgou nota ressaltando os cuidados a serem tomados para evitar a sobrecarga do sistema de saúde. Leia o texto redigido pelo anestesista Luciano Azevedo.
Alimentação sem ingestão de carne traz deficiência de vitamina B12, que pode ser fatal ou causar doença neurológica grave e permanente.
Para darem sequência ao projeto totalitário, governantes não admitem o erro e cada dia roubam um pouquinho mais de nossas liberdades cotidianas com a imposição de ordens estúpidas. Não tenho dúvidas de que essas medidas estão sendo calculadas para levar o povo para a imunização obrigatória.
Há anos, o progressismo mata, por normalizar e negar tratamento a toxicômanos, obesos e pessoas trans. O objetivo é somente criar uma massa de manobra alienada e descartável, para atuar em seus “coletivos”. Qual, então, é a surpresa pela conduta que adotaram em relação à Covid? Não é um fato isolado. É um padrão de comportamento.