segunda-feira, 21 setembro 2020.
A pequena criança já traumatizada com anos de estupro, merecia ajuda e nunca a opção do aborto. Sua bebê tinha 23 semanas e em quatro ou cinco semanas seria possível fazer uma cesárea e enviar a recém-nascida para a adoção.
É muito comum o argumento de que o nascituro ainda não é uma vida, mas um “amontoado de células”. Isso seria suficiente para se livrar desse “inconveniente”, tal como se faz com uma farpa de madeira. O problema desse tipo de argumentação diz respeito à questão lógica: há outra possibilidade para esse suposto “amontoado de células” continuar existindo sem se tornar outra coisa além de um ser humano?
Hoje vemos governadores e prefeitos rasgando a Constituição Federal com decretos que desrespeitam a dignidade da pessoa humana, violam as liberdades individuais e consolidam a vileza e o despotismo como modelo social. Eu não tenho dúvida de que os decretos desses governadores têm o objetivo de enfraquecer até matar os idosos.
Não é preciso ser nenhum expert em teologia para se constatar o caráter fraudulento e perverso da maligna e idólatra ideologia de gênero. De igual modo, a gente não precisa ser nenhum super herói ou super heroína para salvar os inocentes dessa sádica ideologia LGBTQ+.
As feministas “empoderadas” do Instagram “vendem” exatamente o mesmo que Dan Bilzerian: Um estilo de vida impraticável. Não cabe a nenhuma militante, definir o que é pertinente, ou não, para a outra pessoa.
O bloqueio econômico trará centenas de milhões de mortes a mais do que a própria doença causada pelo Vírus Chinês, como reconhecem as próprias autoridades mundiais.
Com o Projeto de Lei 2630/2020, as grandes corporações que gerenciam as grandes plataformas digitais fariam o filtro do que deve ou não ser publicado. Ou seja, ficaríamos reféns da subjetividade alheia para nos expressarmos livremente.
A militância esquerdopata só vê direitos humanos para alguns humanos. Para eles não são tão humanos os nascituros, que são vítimas do aborto por eles defendidos, e agora dos idosos, que, supostamente, para esses grupos, “perderam o prazo de validade”!
É o governo chinês que deveria pedir desculpas ao mundo por ter censurado o alerta daquele médico que anunciava um novo coronavírus. Não é o mundo que deveria pedir desculpas ao governo chinês.
Ela é uma cidadã honesta e, portanto, sem nenhuma ligação política, comercial ou afetiva com a parte vagabunda da sociedade brasileira. Isso significa que ela é persona non grata para a esquerda.Por isso, sua propriedade foi escolhida como alvo dos “movimentos sociais”. Os...