fbpx
20.1 C
Goiânia
terça-feira, 25 fevereiro 2020

Aguimon Alves

7 POSTS0 COMENTÁRIOS
Mestre em Direito, e professor universitário com atuação nas disciplinas Direito Constitucional, Direito Internacional Público, Economia, Política e outras. Bacharel e licenciado em Geografia, leciona a disciplina na rede pública do Estado do Rio de Janeiro.

Paradoxos da história (3)

Toda sociedade é fruto do acúmulo de séculos de conhecimentos e tradições. Ss gerações presentes têm a obrigação de compreender seus contextos e aperfeiçoar costumes e instituições, e transferir para as gerações futuras toda a riqueza de conhecimentos acumulados ao longo dos séculos.

Paradoxos da história (2)

Vemos o tamanho da dissonância cognitiva de pessoas supostamente esclarecidas que ridicularizam e “criminalizam” o sistema que os beneficia.

Paradoxos da história (1)

O socialismo que desmoronou com o Muro de Berlim se reinventou e está mais vivo do que se imagina. O regime apenas trocou de roupa. Estamos lidando com um regime que troca de roupa a cada cenário histórico.

O fim do mundo se aproxima. Para quem?

Greta Thunberg está preocupada com o fim do mundo. E o que dizer de milhões de crianças africanas que passam fome diariamente? O fim do mundo para elas já chegou antes delas nascerem.

A defesa do “modus vivendi” dos índios brasileiros e as “crianças verdes” (3)

Não ficarei surpreso se um dia tivermos a seguinte pauta como solução para salvar o mundo: a criação de um imposto ambiental internacional e a demarcação de territórios a serem colocados sob a administração da ONU. E teremos mais crianças verdes e jovens saindo às ruas defendendo a causa.

A defesa do “modus vivendi” dos índios brasileiros e as “crianças verdes” (2)

O que falta para a formação de novos Estados-nação na América do Sul? Por que ainda não surgiu uma pauta de reivindicação pela independência de povos indígenas da Amazônia?

A defesa do “modus vivendi” dos índios brasileiros e as “crianças verdes” (1)

Preservar a cultura de um povo não significa deixá-lo no isolamento. O que é a história da humanidade senão uma trajetória de trocas e misturas culturais?

AUTORES

7 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS6 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
6 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
11 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS1 COMENTÁRIOS
23 POSTS1 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Publicidade -

MAIS LIDOS

Como se inscrever no Fórum dos Conservadores

Veja como é fácil comprar ingresso para participar do Fórum dos Conservadores.

Vereadores de Goiânia apresentam moção de repúdio a Jair Bolsonaro

Embora o feminismo louve a prostituição como forma de “empoderamento do corpo feminino”, a referência à oferta sexual da jornalista foi interpretada como um ataque às mulheres que lutam contra violência contra a sua liberdade e corpo.

O caso Lucília Coutinho

Ela é uma cidadã honesta e, portanto, sem nenhuma ligação política, comercial ou afetiva com a parte vagabunda da sociedade brasileira. Isso...

O furo do Brasil

Tudo é tão louco no conceito tupiniquim de democracia, que no totalitarismo à brasileira, quem é censurado é o presidente.