A volta dos bárbaros

0
817
Vândalos na Itália sob o governo de Genserico. Desenho feito em 1882 por artista anônimo.

Se te contassem há seis meses que hoje você estaria andando de máscara até dentro do carro e na rua, se banhando de álcool em gel e se isolando das pessoas que você ama para se prevenir de um vírus que está se mostrando menos letal do que o vírus da gripe, você não acreditaria. Afinal de contas é sempre bom lembrar que já enfrentamos outras pragas no passado e ninguém cogitou sequer usar máscara em ambiente fechado.

Quantas mudanças estão acontecendo nas relações sociais sem as pessoas se darem conta de que estão sendo vítimas de um processo de reengenharia social que pretende dar um reset na humanidade para formar uma nova sociedade, com pessoas mais frias e desumanas. 

O homem-massa, formado dentro dessa cultura marxista (entenda o marxismo como a expressão do satanismo), ainda que tenha sido criado na igreja cristã, não tem elementos pra resistir as artimanhas do maligno. Ler a Bíblia poderia ser o escape, mas num país de analfabetos funcionais poucos entendem o que está escrito lá. Sem falar que vivemos uma época em que os recursos tecnológicos nos distraem de tal forma que separar um tempo para um devocional diário é extremamente desafiador. As igrejas, por serem um refúgio contra essa visão maligna, já estão sendo perseguidas pelo estado-deus que não aceita concorrência.

Nos grupos de cristãos no Facebook, você pode facilmente observar como os cristãos estão contaminados de marxismo. Não poderia ser diferente, haja vista que as escolas brasileiras não fazem outra coisa com nossos filhos a não ser destruir os valores que alicerçaram nossa civilização judaico-cristã e impor um modelo de sociedade igualitária, só não contam para os alunos que a igualdade é na extrema miséria. Ironicamente, os professores, idiotas úteis, estão destruindo o próprio mercado de trabalho deles. Afinal, esses meninos doutrinados, se tornarão homens sem talentos, que dificilmente conseguirão se manter aqui quando perderem o sustento dos pais, imagine então sustentar o filho em escola particular. Isso se eles tiverem filhos, pois estão preferindo gatos e cachorros. 

Os poucos minutos que tenho oportunidade de assistir das aulas online da minha filha me fazem arrepiar de temor de como será o futuro dessa geração: os professores, constantemente, estão atacando Deus e a família. E os adolescentes estão ali recebendo aquele lixo diário. Não tenho dúvidas de que estamos voltando à selvageria dos bárbaros. Bastar olhar para os vizinhos que denunciam aglomeração, pessoas que agridem umas às outras por causa de máscara, médicos que deixam seus pacientes morrerem por se recusarem a fazer um tratamento precoce que está salvando milhares de pessoas pelo mundo, jornalistas inescrupulosos que omitem, mentem e manipulam e políticos desumanos que estão tirando proveito da pânico da população para avançar seu poder sobre ela.

Participe da conversa

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui