Tratamento precoce: evidência que, se admitida, pode colocar um multidão no banco dos réus

0
89
Foto: Tribunal de Justiça de Santa Catarina/Divulgação.

Apesar de todas as evidências da eficiência do tratamento precoce contra o coronavirus, políticos, médicos e jornalistas, que se posicionaram contra ele, vão morrer negando sua eficácia.

Admitir que erraram desde o princípio é confissão de culpa, e o crime é contra a humanidade. Quem fizer isso pode estar se colocando no banco dos réus de um tribunal internacional. Afinal, quantas mortes poderiam ter sido evitadas? Quantos empregos preservados? Quantas empresas ainda estariam funcionando e até ajudando a distribuir o medicamento aos contaminados? Quantas pessoas enlouquecidas?

Para darem sequência ao projeto totalitário, governadores e prefeitos não admitem o erro e, apoiados por juízes e deputados corrompidos e médicos e jornalistas vendidos, cada dia roubam um pouquinho mais de nossas liberdades cotidianas com a imposição de ordens estúpidas, tais como: medição de temperatura, distanciamento social, isolamento, máscaras, álcool em gel, tapetes antibacterianos, tudo isso pra continuar fingindo que estão fazendo alguma coisa e manter a sociedade em pânico. Não tenho dúvidas de que essas medidas estão sendo calculadas para levar o povo para a imunização obrigatória: a coronavac.

Acreditam que, em Goiás, já tem órgão público proibindo as mulheres funcionárias de usarem cabelo solto, brincos e acessórios? Imaginem se essa interferência na vida privada das pessoas terá limites? “Ah, mas era só uma máscara, eram só 15 dias…“, era somente sua liberdade sendo levada a conta gotas. E você foi se rendendo e como um sapo cozido em banho-maria, vai morrendo lentamente.

O Dória, o ditador paulista que fala como ditador presidente, diz que, em breve, todo o país estará imunizado. Ele nem cogita a possibilidade de alguém rejeitar a vacina, ainda que ela seja oriunda justamente do país que espalhou o vírus e enganou o mundo.

Um povo que já aceitou todas as medidas descabidas que esses canalhas tomaram contra o povo brasileiro, porque não aceitaria uma vacina que lhe prometeria um pouco de liberdade? Vocês acham que vamos recuperar um décimo da liberdade que perdemos por deixar de confiar em Deus para confiar no deus estado?

Segue o plano de redução populacional, e o gado, naturalmente, somos nós, os bolsonaristas.

Participe da conversa

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui