Mulher de 91 é morta após suplicar por sua vida

1
380
Arline Lester (Foto:wonderwe.com/Reprodução)

Com informações de LifeSiteNews.

A americana Arline Lester, 91 anos, morreu na última quinta-feira (16/01) após ser removida de aparelhos de respiração e alimentação. Ela ficou dependente de aparelhos de suporte à vida após ter sua perna esquerda amputada.

Em 7 de novembro de 2019 o filho da idosa gravou um vídeo dela na cama do hospital suplicando por sua vida e em 13 de novembro ela escreveu um documento, na presença de um advogado, instruindo a equipe médica “a continuar prolongando minha vida pelo maior tempo possível”.

A morte de Arline, residente do estado de New York, aconteceu logo após uma juíza ter supostamente emitido uma ordem em segredo de justiça proibindo as partes, advogados ou testemunhas de comunicar quaisquer detalhes do caso. Fontes próximas à família disseram ao LifeSiteNews que a ordem de mordaça era apenas uma maneira de encobrir a morte inevitável de uma mulher contra seu desejo expresso de viver.

A ONG cristã Personhood Alliance realizou visitas pessoais ao tribunal para tentar verificar a existência e o conteúdo da ordem judicial, mas não tiveram êxito. As partes, testemunhas e advogados relacionados ao caso que foram contatados pelo LifeSiteNews se recusaram a comentar por medo da ordem de segredo de justiça.

Fontes familiares, que pediram anonimato, disseram à LifeSiteNews que Arline Lester morreu após remover o respirador enquanto fazia “sedação paliativa” agressiva, termo que se refere a analgésicos agressivos que inevitavelmente levam à morte do paciente.

O caso de Arline Lester acontece no momento em que um projeto de lei propõe ao legislativo do estado de New York, controlado pelo partido de esquerda Democrata, a legalização de suicídio assistido. Movimentos pró-vida se preocupam com a garantia ao direito à vida de pessoas que mudarem de ideia no último momento sobre suicídio assistido após o tribunal ter desrespeitado o desejo expresso de uma cidadã consciente e lúcida.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui